Segunda edição do “Bate-papo 10” discute financiamento coletivo de campanha

A deputada Rosangela Gomes participou do “Bate-Papo 10” e motivou as participantes a darem o seu melhor e lutarem por causas importantes

A segunda edição do “Bata-papo 10”, que ocorreu nesta sexta-feira (22), rendeu bons frutos para as participantes e também organizadores. Com a participação ativa de mais de 80 mulheres simultaneamente, os assuntos debatidos foram vaquinha virtual e também o engajamento feminino nas eleições municipais deste ano.

Falando sobre o tema principal, a convidada, especialista em Direito Eleitoral, Dra. Carla Rodrigues, destacou já no início de sua participação, sobre a preocupação quanto à impossibilidade de realização de gastos de campanha antes do início do período eleitoral, tendo em vista a ausência de CNPJ e conta de campanha de onde todos os gastos devem ser realizados.

Além disso, ela ressaltou a necessidade de observar, para evitar fraudes, se as empresas onde podem ser realizadas as vaquinhas estão cadastradas junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Nas eleições de 2018 foram identificadas tentativas de fraudes no momento do depósito das doações. É necessário então verificar as empresas cadastradas junto ao TSE, principalmente por estarmos diante de eleições municipais”, alertou.

Inspiração

Como forma de engajar e motivar as participantes, a deputada federal Rosangela Gomes participou na ocasião falando sobre pautas que precisam ser debatidas e tidas como causas próprias. “O Brasil precisa urgentemente de planejamento familiar, de educação de qualidade acompanhada de atividades complementares para os nossos jovens. Precisamos investir nessa juventude que é ociosa, mas que cresce diante das dificuldades e que, não tendo oportunidade, se entrega ao crime, ao tráfico”, explicou.

Ainda motivando as participantes, uma das convidadas, a vereadora de Juazeiro do Norte (CE), Jacqueline Gouveia (Republicanos-CE), mostrou que apesar das dificuldades, conquistou o seu objetivo. “Quando fui eleita as pessoas ficaram se perguntando quem era Jacqueline Gouveia. Fiz uma campanha simples, mas muito forte e valiosa. Eu recebi a ajuda de apenas 350 reais e ninguém acreditava que fosse ser eleita. Mas eu conquistei a minha meta e agora todo mundo que fala da causa animal, minha principal bandeira, lembra de mim”, conclui.

Bate-papo 10

O projeto “Bate-Papo 10” do Mulheres Republicanas surgiu da necessidade de auxiliar pré-candidatas mesmo no período de quarentena e isolamento social. As salas de bate-papo acontecem semanalmente, toda sexta-feira. A expectativa é que as inscrições para as salas sejam abertas logo no início de cada semana.

Texto: Gabbriela Veras | Ascom Mulheres Republicanas Nacional

 

Envie seu material para a nacional do Mulheres Republicanas,  através do e-mail pautas@mulheresrepublicanas10.org.br .  Conte pra gente as ações que as republicanas, estão realizando em sua região, será interessante divulgar essas atuações no nosso portal.