Retrospectiva 2019: primeira infância e acessibilidade ao lazer e à cultura recebem atenção do movimento

Retrospectiva 2019 | Agosto – No dia 13 do mês aconteceu em Brasília (DF) a 6ª edição da Marcha das Margaridas. Manifestação em alusão à data da morte da trabalhadora rural e líder sindicalista Margarida Maria Alves, assassinada em 1983, na Paraíba. 

As manifestantes se encontraram no Parque da Cidade e seguiram para a Esplanada dos Ministérios às 7h. A deputada federal Aline Gurgel (Republicanos – AP) participou da marcha, que foi organizada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag). A republicana representou as trabalhadoras rurais de seu estado natal e contou: “É com muito orgulho que o nosso mandato alia-se a esta nobre causa em prol da justiça social”. 

Um dia antes, a deputada Tia Ju (Republicanos – RJ) participou da reunião da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Alerj, na capital carioca, onde apresentou seu projeto de lei que propunha instituir o Estatuto da Mulher Parlamentar e Ocupante de Cargo ou Emprego Público, onde o objetivo era criar mecanismos de prevenção contra a violência política contra as mulheres. “Precisamos implementar ações que desconstruam os mitos e estereótipos de gênero e modifiquem os padrões sexistas, perpetuadores das desigualdades de poder entre homens e mulheres e da violência contra as mulheres”, explicou a parlamentar.

Durante a audiência também foi conversado sobre exemplos de assédio comuns nas Casas Legislativas, como o fato de deputadas votarem contra pautas importantes para a parcela feminina porque foram obrigadas pela liderança de seu partido.

Em São Paulo, no município de Santa Isabel, a prefeita e republicana Fábia Porto organizou no dia 18 o evento chamado “Música na Praça”, na Praça da Bandeira, realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura. O projeto leva apresentações musicais gratuitas aos habitantes da região, promovendo a acessibilidade à cultura e ao lazer. “Além da acessibilidade, damos espaço aos artistas locais para mostrarem o seu trabalho, revelando grandes talentos”, contou a prefeita. 

No dia 15, aconteceu o Simpósio Internacional –  Impacto dos Serviços de Acolhimento da Primeira Infância, em Brasília (DF), e a republicana e deputada federal Maria Rosas (RJ) estava por lá, junto à gestores brasileiros e especialistas internacionais, que discutiram sobre os efeitos da negligência, do afastamento familiar e da vivência em orfanatos em crianças de zero a seis anos de idade. Maria Rosas contou que segundo os dados do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), mais de 8 mil crianças brasileiras que estão nessa idade vivem sob os cuidados de instituições ou orfanatos.

O debate trouxe ainda, reflexões sobre as primeiras experiências no cérebro e o desenvolvimento comportamental da criança.

Ascom Mulheres Republicanas

Envie seu material para a nacional do Mulheres Republicanas,  através do e-mail pautas@mulheresrepublicanas10.org.br .  Conte pra gente as ações que as republicanas, estão realizando em sua região, será interessante divulgar essas atuações no nosso portal.