Retrospectiva 2019: Atuação feminina é o que não falta no Mulheres Republicanas em todo o Brasil

retrospectiva-2019-abril-fransomensi-mariarosas-silmaalves-adrianaleite
Atuação das republicanas Adriana Leite (Estância-SE); Fran Somensi (RS); Silma Alves (Barreira-BA) e Mulheres Republicanas São Paulo

Retrospectiva 2019 | Abril – A vice-prefeita de Estância em Sergipe, Adriana Leite (Republicanos), comemorou o primeiro mês de atuação do projeto piloto, Ronda Maria da Penha. A ação é voltada para mulheres que foram vítimas de violência doméstica no município e é integrada pela Polícia Militar, pelo Judiciário, Ministério Público e pela Defensoria Pública. A Ronda, funciona 24 horas por dia na cidade e tem acompanhado às vítimas de agressões que detém medida protetiva expedida pelo Judiciário, para garantir que as determinações judiciais estão sendo cumpridas pelos respectivos agressores. Há ainda a expectativa do Projeto contemplar todas as mulheres que tiveram medidas expedidas também pela Vara Criminal do município.

 “Ficamos muito felizes em receber a Ronda no nosso município mas o sentimento também é de tristeza por Estância precisar ainda de políticas assim, já que o índice é alto de violência doméstica. Entretanto,  estamos trabalhando para que a Ronda Maria da Penha seja aderida por mais e mais mulheres”, contou a vice-prefeita.

No Rio Grande do Sul, a deputada estadual Fran Somensi (Republicanos), conseguiu um recurso de R$419 mil reais para o Hospital Beneficente São Carlos (HBSC). O processo que estava parado há mais de um ano no Ministério da Saúde, foi resolvido em menos de trinta dias, graças a uma ação conjunta e apartidária. O Recurso da união foi liberado e oficializado pela portaria Nº 516, de 10 de abril de 2019. A demanda foi levada ao estado pela parlamentar do Republicanos,  pelo Prefeito de Farroupilha, Claiton Gonçalves (PDT/RS) e pela secretária municipal de saúde, Rosane da Rosa, após  reunião realizada em  20 de março, no gabinete da secretária estadual de saúde, do Rio Grande do Sul, Arita Bergmann.

O hospital passava por uma crise financeira que assolava não somente a instituição de Farroupilha, mas outros hospitais públicos e filantrópicos do estado. Parte dessa crise se deve ao atraso de repasses do governo estadual e federal. Segundo a deputada, esse tipo de ação expressa nitidamente o que, cada vez mais, deve ser construído na política. “Essa é a renovação que queremos fazer, a política de unir todas as partes, dialogar, desburocratizar os processos e facilitar a vida das pessoas. Uma simples ação, mas que poderá salvar muitas vidas e melhorar a saúde financeira do nosso hospital” comemora Somensi.

Em sua luta na Câmara Municipal de Barreiras na Bahia, a vereadora Silma Alves (Republicanos),  apresentou no mês de abril, o projeto de lei que propõe ao município criar uma central de empregos para encaminhar as pessoas com deficiência ao mercado de trabalho, a fim de proporcionar mais oportunidades para pessoas com deficiência, uma vez que essas continuam sendo um dos principais desafios a serem cumpridos pelas empresas no Brasil. Muitas descumprem a chamada lei de cotas, em vigor desde 1991, que estabelece a obrigatoriedade de que empresas com 100 ou mais empregados preencham uma parcela de seus cargos com pessoas com deficiência.

Como forma de facilitar a inclusão dessas pessoas no mercado de trabalho, a proposta da republicana defende que a prefeitura conceda incentivos fiscais às empresas que garantirem essas oportunidades.

“Independente da obrigatoriedade este processo de inclusão tem uma série de impactos, tanto do ponto de vista social quanto econômico. Para os portadores de deficiência, a atuação nas empresas significa uma forma de exercer uma atividade laboral remunerada de maneira digna. Trata-se de um caminho para a independência e a construção de uma autoestima mais saudável” explicou Silma na justificativa da proposta.

Republicanas de todas as regiões do estado de São Paulo, compareceram à sede estadual do partido para participar da primeira reunião com as secretárias municipais realizada no dia 13 de abril, que teve por objetivo,  traçar estratégias para as eleições de 2020, planejar as ações de 2019 e discutir outros temas relevantes para a militância feminina.

Para a secretária do Mulheres Republicanas no estado, deputada federal Maria Rosas(Republicanos-SP), a história de cada uma só enriquece a lista de ideias e os trabalhos, pelo fortalecimento da representatividade feminina. “Aqui cada uma ocupa papel indispensável. Ninguém é melhor que ninguém. Estamos unidas com um único e mesmo objetivo: ajudar outras mulheres” declarou a parlamentar.

A vereadora de São José dos Campos, Flavia Carvalho(Republicanos), afirmou que a integração entre as secretárias municipais é essencial para um bom trabalho. “É fundamental que as mulheres se unam para que sejamos ouvidas nas políticas públicas e em nossas cidades e estados. Com muito orgulho, sou vereadora pelo Republicanos e luto sempre para fazer valer a voz da mulher”, afirmou a vereadora.

O presidente estadual do partido, Sergio Fontellas, também esteve presente e parabenizou a secretária estadual do movimento feminino, Maria Rosas e as 19 secretárias municipais presentes que fortalecem ainda mais força ao nosso exército feminino. É bonito ver tanto empenho. Nenhuma barreira resistirá a este trabalho”, relatou Fontellas.

Esteve presente no evento Renata Banhara, a deputada estadual Edna Macedo (Republicanos-SP) e diversas outras autoridades municipais e estaduais do partido.

 

Ascom Mulheres Republicanas

Envie seu material para a nacional do Mulheres Republicanas,  através do e-mail pautas@mulheresrepublicanas10.org.br .  Conte pra gente as ações que as republicanas, estão realizando em sua região, será interessante divulgar essas atuações no nosso portal.