Outubro Rosa: mitos e verdades sobre o câncer de mama

Seguimos no mês de conscientização e de combate ao câncer de mama, o Outubro Rosa. Apesar da grande mobilização e das ações de prevenção, são muitas as dúvidas com relação as causas da doença, diagnósticos e tratamentos. Há quem pense que o desodorante pode desenvolver o câncer ou que o sutiã faz mal para os seios. Para desmistificar essas questões e reafirmar outras, vamos elencar dúvidas sobre o assunto:

  • Contato com o micro-ondas pode provocar câncer?

MITO. A radiação do micro-ondas tem apenas a propriedade de cozinhar e/ou aquecer os alimentos, não alterando a estrutura química ou molecular do alimento. Assim, o consumo de alimentos aquecidos no micro-ondas não aumenta o risco de câncer. O forno de micro-ondas emite uma forma de radiação não ionizante classificada como possivelmente cancerígena para seres humanos, mas a estrutura do forno está preparada para que a radiação não extravase para o ambiente externo.

  • A descoberta do câncer de mama significa perder um seio?

MITO. Antigamente a mastectomia era o único tratamento disponível para o câncer de mama. Hoje em dia existem outras opções, como a combinação de lumpectomia e radioterapia, realizada com frequência entre vítimas da doença.

  • Mulher que menstrua mais cedo tem mais chances de ter câncer de mama?

VERDADE. A menstruação precoce indica que o corpo já está produzindo bastante estrogênio e progesterona, os hormônios femininos, desde cedo. Acontece que o estrogênio estimula a proliferação das células da glândula mamária. E, se uma delas é cancerosa, a chance de produzir cópias defeituosas sobe.

  • A atividade física previne a doença?

VERDADE. A atividade física promove o equilíbrio dos níveis de hormônios, reduz o tempo de trânsito gastrointestinal e fortalece a defesa do nosso organismo. Existem recomendações que sugerem a realização de pelo menos 30 minutos de atividade física por dia, mas já há evidências de que a atividade física traz benefícios para a prevenção de câncer e para a saúde mesmo quando realizada por menos tempo.

 

 

Texto: Ascom – Mulheres Republicanas

Fonte: Instituto Nacional de Câncer e Instituto Oncoguia

 

 

Envie seu material para a nacional do movimento das Mulheres Republicanas,  através do e-mail pautas@mulheresrepublicanas10.org.br   Conte pra gente as ações que as republicanas, estão realizando em região, será interessante divulgar essas atuações no nosso portal.