Eleições 2020: Lugar de mulher é quebrando barreiras

A cidade de Guarapuava terá a primeira pré-candidata à prefeitura da história da região e ela é republicana. Janaína Naumann é presidente do Conselho de Biomedicina do Paraná e nunca disputou cargo político. Com o objetivo de quebrar barreiras e renovar o cenário eleitoral, Janaína se orgulha de quebrar essa tradição negativa que acompanhava a cidade, que é a falta de representatividade feminina na política.

Ela explica sua trajetória: “Desde muito jovem a política sempre me chamou atenção. Não perdia nenhuma oportunidade de participar de debates e discussões sobre o tema. Na universidade exercia papéis de liderança entre os acadêmicos. Aos poucos fui percebendo a importância dessa participação e compreendi que somente dessa maneira podemos contribuir para uma sociedade melhor”.

Em Guarapuava, a republicana encabeça um grande movimento que é o “Mulheres Biomédicas”. Comunidade que nasceu da necessidade de valorizar as profissionais e estudantes de biomedicina e que hoje já recebe apoio de diversos profissionais, o que, para ela, é fundamental para ampliar o fortalecimento e união da mulher na profissão.

Para ela, Guarapuava cresceu e precisa evoluir junto com a demanda das pessoas que moram na região. “Guarapuava já não é mais cidade pequena, tem um papel fundamental no cenário educacional e econômico do Paraná. Então por que não se destaca como tal? Estamos enfrentando problemas urbanos por falta de planejamento. Se queremos ser grandes precisamos nos preparar para o crescimento, mas isso demanda atitudes imediatas”, explicou.

Além de quebrar barreiras, a republicana ainda exerce um papel fundamental para o atual cenário político, o de renovação: “Somos levados a pensar que a política é algo ruim e não há mais esperança. Nos conformamos e aceitamos sermos governados durante décadas por pessoas que perpetuam cargos como se fossem heranças. Nos últimos anos tenho vivenciado de perto os problemas que assolam a nossa cidade e isso aumentou cada vez mais a minha indignação”.

“Acredito que a política não precisa de mudança, pois já tem todas as ferramentas necessárias à disposição dos governantes. A política precisa de transformAÇÃO, ou seja, atitudes que melhorem a vida de todos os cidadãos por meio da ação. É uma missão difícil que exige muita vocação, força de vontade e amor por Guarapuava. E eu estou disposta a fazer isso”, conclui.

 

Texto: Ascom | Mulheres Republicanas Nacional

 

 

Envie seu material para a nacional do Mulheres Republicanas,  através do e-mail pautas@mulheresrepublicanas10.org.br .  Conte pra gente as ações que as republicanas, estão realizando em sua região, será interessante divulgar essas atuações no nosso portal.