Jovem vence prêmio da ONU por purificar água com radiação solar

O Nacional Jovem desta quarta-feira (27) foi conhecer mais uma jovem criativa nesse imenso Brasil. Para falar sobre sua ideia, Ediléia Martins conversou com a Anna Luisa Beserra, biotecnologista e fundadora do Aqualuz, que desenvolveu um dispositivo que usa radiação solar para purificar a água da chuva captada em cisternas. A tecnologia, que é barata e simples, irá ajudar muitas comunidades do semiárido.

“Na região do semiárido é muito comum as pessoas terem um reservatório chamado de cisterna, que faz a captação e armazenamento de água de chuva. Que apesar de ser escasso, na maioria das vezes ele consegue suprir uma família por um ano inteiro. Então, essa água da chuva já apresenta uma qualidade e na maioria dos casos ela é até muito boa e faz as pessoas acharem que ela é potável. Mas não é, por conta de alguns problemas de contaminação desde o momento em que ela chega no telhado. Sem falar no próprio manuseio do usuário dentro da cisterna, como o uso de baldes que acaba contaminando a água”, esclarece Anna Luisa.

O Aqualuz já distribuiu água potável para 687 pessoas e alcançará mais mil ainda este ano. Segundo a jovem, 80% dos casos de morte infantil por diarréia no mundo são causados pelo consumo de água contaminada. Na entrevista, ela conta que é 100% dedicada ao Aqualuz, que nunca teve outro emprego e que já estão na 11ª versão da tecnologia.

“Depois do Aqualuz estar 100% encaminhado eu tenho a pretensão de desenvolver outras tecnologias que possam resolver outros problemas com a água. Pois existem muitos problemas nas áreas de água e saneamento que precisam de soluções”, complementa a jovem.

Com esse projeto, Anna Luisa é também vencedora do Prêmio Jovens Campeões da Terra na América Latina, da ONU. O prestigioso Prêmio Jovens Campeões da Terra é concedido anualmente pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente a jovens ambientalistas entre 18 e 30 anos de idade, por suas destacadas ideias em prol do meio ambiente.

“É a primeira vez que um brasileiro ganha esse prêmio, eu venci pela América Latina toda”, comemora Anna Luisa.

 

Texto: Agência Brasil

Foto: ONU Meio Ambiente

 

 

Envie seu material para a nacional do movimento das Mulheres Republicanas,  através do e-mail pautas@mulheresrepublicanas10.org.br   Conte pra gente as ações que as republicanas, estão realizando em região, será interessante divulgar essas atuações no nosso portal.